Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de m√ļsica:

ūüíČ Par√° alcan√ßa 90% de crian√ßas vacinadas contra Sarampo e Poliomielite; campanha continua

whatsapp-image-2018-09-13-at-14-02-58

Conforme foi anunciado h√° 12 dias, a Secretaria de Estado de Sa√ļde P√ļblica (Sespa) volta a recomendar que os 144 munic√≠pios paraenses prossigam com a Campanha Nacional de Vacina√ß√£o contra a Poliomielite e o Sarampo at√© o dia 21 de setembro. O objetivo √© fazer com que o Par√° atinja a meta de 95% de crian√ßas imunizadas, o que √© preconizado pelo Minist√©rio da Sa√ļde. At√© o final da manh√£ desta quinta-feira (13), o percentual de crian√ßas vacinadas j√° havia chegado a 90% no Estado. Em Bel√©m, a meta j√° ultrapassou os 98%.

A tend√™ncia √© que esse n√ļmero aumente porque o sistema do Programa Nacional de Imuniza√ß√Ķes (PNI) tem sido alimentado de forma cont√≠nua pelos profissionais dos munic√≠pios que executam a campanha.

A prorroga√ß√£o da campanha no Par√° foi uma determina√ß√£o do Minist√©rio da Sa√ļde aos Estados que ainda n√£o atingiram a meta. Apesar do √≥rg√£o federal ter estipulado at√© o dia 14 de setembro, o Par√° optou por seguir at√© o dia 21 para atender aos munic√≠pios que ainda est√£o com coberturas baixas.

Nesse sentido, a Sespa orienta as Secretarias Municipais de Sa√ļde a adotarem outras estrat√©gias, como a busca ativa de crian√ßas em escolas e nas resid√™ncias por meio das equipes de Estrat√©gia Sa√ļde da Fam√≠lia (ESF), al√©m de flexibiliza√ß√£o do hor√°rio de funcionamento de salas de vacinas em locais estrat√©gicos.

A Campanha de Vacinação começou no dia 6 de agosto. Até às 10 horas desta quinta-feira (13), um pouco mais de 535 mil doses de vacina contra a poliomielite foram aplicadas em crianças de todo o Pará e outras 536 mil serviram para prevenir o sarampo.

Para a poliomielite, as crian√ßas que n√£o tomaram nenhuma dose durante a vida devem receber a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). J√° os menores de cinco anos que j√° tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receber√£o a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha. Em rela√ß√£o ao sarampo, todas as crian√ßas receber√£o uma dose da vacina Tr√≠plice Viral, independente da situa√ß√£o vacinal, desde que n√£o tenham sido vacinadas nos √ļltimos 30 dias.

A Sespa orienta ainda que as secretarias municipais de sa√ļde mantenham o sistema de informa√ß√£o devidamente atualizado para ter conhecimento da real situa√ß√£o da cobertura vacinal no Par√°.

Segundo nota t√©cnica do Minist√©rio da Sa√ļde, a intensifica√ß√£o dessa campanha deve-se a uma redu√ß√£o das coberturas vacinais verificada em todo o pa√≠s em fun√ß√£o de v√°rios motivos, como o pr√≥prio sucesso do Programa Nacional de Vacina√ß√£o, que causou no pa√≠s a falsa sensa√ß√£o de que n√£o h√° mais necessidade de se vacinar; o desconhecimento individual de doen√ßas j√° eliminadas; hor√°rios de funcionamento das unidades de sa√ļde incompat√≠veis com as novas rotinas da popula√ß√£o; circula√ß√£o de not√≠cias falsas na internet e por meio do aplicativo Whats App, causando d√ļvidas sobre a seguran√ßa e efic√°cia das vacinas; bem como a inadequada alimenta√ß√£o dos sistemas de informa√ß√£o.

Em termos quantitativos, s√≥ no Par√°, verificou-se queda para a cobertura de Poliomielite de 101,54% em 2011 para 66,21% no ano passado. A situa√ß√£o tamb√©m foi recorrente com a imuniza√ß√£o contra o sarampo, que atingiu uma cobertura de 109,25% em 2011 e s√≥ atingiu 69,90% do p√ļblico alvo com as doses de Tr√≠plice Viral, que protege contra sarampo, rub√©ola e caxumba.

Segundo recomenda√ß√£o do Minist√©rio da Sa√ļde, a prioridade da campanha s√£o as crian√ßas de um at√© menores de cinco anos, que s√£o mais vulner√°veis √†s doen√ßas e suas complica√ß√Ķes. Para atender a esse p√ļblico, o √≥rg√£o federal enviou √† Sespa 1,5 milh√£o de doses das tr√™s vacinas, sendo 41.830 mil doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP), 743.200 mil doses da Vacina Oral Poliomielite (VOP) e 713.500 mil da Tr√≠plice Viral.

As doses j√° foram enviadas pela Sespa aos 13 Centros Regionais de Sa√ļde, que fazem a distribui√ß√£o aos munic√≠pios de abrang√™ncia para que a aplica√ß√£o das vacinas seja feita nas Unidades B√°sicas de Sa√ļde ou nas estrat√©gias que julgarem eficientes.

A orientação é que a campanha seja indiscriminada, ou seja, que se vacine todas as crianças dessa faixa etária no país e para manter coberturas homogêneas de vacinação.

As metas alcançadas nos municípios paraenses podem ser pesquisadas por qualquer cidadão por meio do linkhttp://sipni.datasus.gov.br/si-pni-web/faces/relatorio/consolidado/vacinometroPolioSarampo.jsf

Governo do Par√°

Deixe seu coment√°rio:

Menu

Blablabla

Beber cerveja ou caf√© pode te ajudar a passar dos 90 anos, sugere estudo O estudo chamado "The 90+" acompanhou o estilo de vida e h√°bitos alimentares de mais de 1.800 pessoas. A cada seis meses, os participantes eram submetidos a diversos testes neurol√≥gicos, cognitivos e f√≠sicos. Os pesquisadores coletaram informa√ß√Ķes sobre suas dietas, estilos de vida, hist√≥rico m√©dico, entre outras informa√ß√Ķes sobre sa√ļde. A descoberta surpreendeu a todos: justamente dois dos h√°bitos que ajudaram os pacientes a viverem mais foram beber √°lcool e caf√© todos os dias. Aqueles que tinham o h√°bito de beber quantidade moderada de √°lcool ou caf√© diariamente provavelmente viveriam mais do que aqueles que se abstiveram. Os participantes que bebiam diariamente dois copos de cerveja ou duas ta√ßas de vinho eram 18% mais propensos a viverem mais, enquanto os amantes de caf√© tinham 10% mais probabilidade de viverem mais tempo do que aqueles que n√£o tinham o mesmo h√°bito.

Curta no Facebook

Redes sociais