Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Cresce o número de jovens com Aids no Pará

download-38
Data deve aquecer vendas em sexshops e aumentar procura por motéis
Por: O Liberal6 de Setembro de 2018 às 07:25

O Dia do Sexo, que é festejado hoje, promete aquecer as vendas em sexshops e aumentar a procura por hotéis e motéis da cidade. Mas, muito além de comemorar, a data é importante para alertar a população sobre os riscos de contrair doenças sexualmente transmissíveis e gravidez não planejada.

Dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), de 2012, afirmam que 89,1% dos adolescentes já receberam orientação sobre DST e Aids; 82,9%, informações de como evitar gravidez e 69,7% dos entrevistados também sabiam que era possível adquirir preservativos gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS). O estudo também mostra que 28,7% dos jovens já iniciaram a vida sexual. O uso do preservativo na última relação sexual esteve presente em 75,3% dos casos.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o índice de Aids entre quem possui de 15 a 19 anos aumentou 30% de 2010 a 2014. No Pará, em 2015, 25 jovens desenvolveram Aids nessa faixa etária e outros 61 foram diagnosticados com HIV. No ano seguinte, 20 novos casos de Aids e 56 de HIV foram confirmados no Estado para a mesma faixa etária. Em 2016, 506 pessoas desenvolveram Aids e outras 718 descobriram ter o vírus HIV, somando todas as idades.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública no Pará (Sespa) informa que existe uma rede de serviço, ligada à secretaria, especializada no trabalho de prevenção e no monitoramento dos pacientes soropositivos. Ao todo, o Estado dispõe de 74 CTAs e 25 SAEs. “O governo trabalha como um articulador e um facilitador. Discutimos as estratégias que serão usadas na prevenção da doença e treinamos os profissionais das unidades municipais que atuarão diretamente com o paciente”, esclarece a coordenadora estadual DST/ Aids da Sespa, Deborah Crespo.

De acordo com a Sespa, os casos de hepatite e sífilis têm diminuído no Estado. Em 2015, foram registrados 1.102 casos de hepatite. No ano seguinte, a totalidade de casos (tipo A, B e C) foi de 748. Este ano, até o momento, já são 17 casos confirmados de hepatites no Pará, dos quais 13 positivos para B, três para C e um para o tipo A. Já a sífilis atingiu 377 pacientes em 2014; 426 em 2015; e 254 até junho de 2016.

Deixe seu comentário:

Menu

Blablabla

Beber cerveja ou café pode te ajudar a passar dos 90 anos, sugere estudo O estudo chamado "The 90+" acompanhou o estilo de vida e hábitos alimentares de mais de 1.800 pessoas. A cada seis meses, os participantes eram submetidos a diversos testes neurológicos, cognitivos e físicos. Os pesquisadores coletaram informações sobre suas dietas, estilos de vida, histórico médico, entre outras informações sobre saúde. A descoberta surpreendeu a todos: justamente dois dos hábitos que ajudaram os pacientes a viverem mais foram beber álcool e café todos os dias. Aqueles que tinham o hábito de beber quantidade moderada de álcool ou café diariamente provavelmente viveriam mais do que aqueles que se abstiveram. Os participantes que bebiam diariamente dois copos de cerveja ou duas taças de vinho eram 18% mais propensos a viverem mais, enquanto os amantes de café tinham 10% mais probabilidade de viverem mais tempo do que aqueles que não tinham o mesmo hábito.

Curta no Facebook

Redes sociais