Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Bolsonaro se recusa a dizer se aceitará derrota nas eleições - Web Radio Nova Independente

Fale conosco via Whatsapp: +55 093 99244-3397

No comando: Madrugada light

Das 00:00 às 05:00

No comando: RECANTO SERTANEJO

Das 05:00 às 07:00

No comando: Domingo top da Nova!

Das 07:00 às 16:00

No comando: Sabadão da Nova

Das 07:00 às 16:00

No comando: CAFÉ COM BENÇÃO

Das 08:00 às 09:00

No comando: Esquenta/ Locutora:

Das 09:00 às 10:00

No comando: VOCÊ QUE MANDA/Locutor:

Das 10:00 às 11:00

No comando: Top Hits/Locutor:

Das 11:00 às 12:00

No comando: JORNAL VIROU NOTÍCIA

Das 13:00 às 13:30

No comando: VELHARIA/Locução:

Das 13:00 às 14:00

No comando: Coração Sertanejo/Locução:

Das 15:00 às 17:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: BOTEQUIM SERTANEJO/Locução: ELENILTON BATISTA

Das 17:00 às 19:00

No comando: Super Night

Das 19:00 às 00:00

No comando: Super Noite da Nova

Das 19:00 às 00:00

No comando: A VOZ DO BRASIL/EBC

Das 19:00 às 20:00

No comando: Top Hits Noturno

Das 20:00 às 21:00

No comando: Velharia Noturno

Das 21:00 às 22:00

No comando: Ponto do Amor/

Das 22:00 às 00:00

Bolsonaro se recusa a dizer se aceitará derrota nas eleições

O chefe do Executivo foi esguio ao ser questionado enquanto cumpria uma programação em frente a uma igreja em Brasília

 sábado, 28/05/2022, 08:20 – Atualizado em 28/05/2022, 08:18 –  Autor: Com informações do Notícias ao Minuto

Depois da última pesquisa do Datafolha, que apontou uma diferença significativa entre Lula e Bolsonaro no 2º turno das eleições 2022, em outubro, não se fala em outra coisa quando presidente do Brasil surge diante da imprensa sob questionamentos se aceitaria uma eventual derrota nas urnas eletrônicas.

Enquanto cumpria uma programação em frente a um igreja em Brasília, na última quinta-feira (26), o chefe do Executivo foi esguio e tentou ser o mais evasivo possível depois de ser questionado se aceitaria uma possível derrota nas eleições. “Democraticamente, espero eleições limpas”, limitou-se a dizer.

Rapidamente ele mudou o tom e o assunto ao reiterar ataques ao ministro Alexandre de Moraes, que vai presidir o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante as eleições em outubro, a Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e às urnas. “Barroso vai aos Estados Unidos e dar uma palestra sobre como tirar um presidente da República”, ironizou.

Para o atual presidente, “não há dúvidas” de que Moraes é parcial e tem cometido “abuso de autoridade”. “O que quer o senhor Alexandre de Moraes? O confronto, uma ruptura? Por que ataca tanto a democracia? Por que não pode apresentar sugestões para o TSE a convite do próprio sobre as urnas?”, questionou.

VEJA TAMBÉM:

Bolsonaro ajuíza ação contra Alexandre de Moraes no STF

Toffoli rejeita ação de Bolsonaro contra Moraes

Deixe seu comentário: