Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

CPI da Covid quer ouvir Queiroga pela terceira vez - Web Radio Nova Independente

Fale conosco via Whatsapp: +55 093 99244-3397

No comando: Madrugada light

Das 00:00 às 05:00

No comando: RECANTO SERTANEJO

Das 05:00 às 07:00

No comando: Domingo top da Nova!

Das 07:00 às 16:00

No comando: Sabadão da Nova

Das 07:00 às 16:00

No comando: CAFÉ COM BENÇÃO

Das 08:00 às 09:00

No comando: Esquenta/ Locutora:

Das 09:00 às 10:00

No comando: VOCÊ QUE MANDA/Locutor:

Das 10:00 às 11:00

No comando: Top Hits/Locutor:

Das 11:00 às 12:00

No comando: JORNAL VIROU NOTÍCIA

Das 13:00 às 13:30

No comando: VELHARIA/Locução:

Das 13:00 às 14:00

No comando: Coração Sertanejo/Locução:

Das 15:00 às 17:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: BOTEQUIM SERTANEJO/Locução: ELENILTON BATISTA

Das 17:00 às 19:00

No comando: Super Night

Das 19:00 às 00:00

No comando: Super Noite da Nova

Das 19:00 às 00:00

No comando: A VOZ DO BRASIL/EBC

Das 19:00 às 20:00

No comando: Top Hits Noturno

Das 20:00 às 21:00

No comando: Velharia Noturno

Das 21:00 às 22:00

No comando: Ponto do Amor/

Das 22:00 às 00:00

CPI da Covid quer ouvir Queiroga pela terceira vez

CPI DA COVID

Comissão Parlamentar de Inquérito deve ouvir ministro da Saúde pela terceira vez.

 domingo, 19/09/2021, 20:55 – Atualizado em 19/09/2021, 21:08 –  Autor: Fonte: Uol

 

ACPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado deve convocar pela terceira vez o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para ser ouvido nos próximos dias.

O senador Alessandro Vieira (Rede-SE) protocolou na quinta-feira (16) um requerimento para que o médico seja ouvido por ter suspendido a vacinação de adolescentes em todo o país.

Nos bastidores os deputados já dão a convocatória como certa, mas só ocorrerá se a maioria dos integrantes do colegiado aprovar o requerimento.

O novo pedido de convocação vem depois que a comissão deu 48h para que a Saúde explique a suspensão da vacinação de jovens de 12 a 17 anos. Na 4ª feira (15.set), a pasta decidiu que adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades não devem ser imunizados contra a covid-19. Publicou uma nota informativa revisando a orientação anterior, que incluía o grupo no PNI (Plano Nacional de Imunização).

Deixe seu comentário: