Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Grupo de trabalho inicia vistorias para fiscalizar barragens do Pará - Web Radio Nova Independente

Fale conosco via Whatsapp: +55 093 992020015

No comando: Madrugada light

Das 00:00 às 05:00

No comando: Recanto Sertanejo da Nova!

Das 05:00 às 07:00

No comando: Sertanejo Bom Demais

Das 05:00 às 07:00

No comando: PAINEL SERTANEJO/Locução: Diego Elias

Das 06:00 às 07:00

No comando: CAFÉ COM BENÇÃO

Das 07:00 às 09:00

No comando: Domingo top da Nova!

Das 07:00 às 16:00

No comando: Sabadão da Nova

Das 07:00 às 16:00

No comando: PELA MANHÃ/ Locutor: ELIVALDO FERELO

Das 09:00 às 11:00

No comando: BRASIL SHOW/Locutor: Rone

Das 11:00 às 13:00

No comando: JORNAL VIROU NOTÍCIA

Das 13:00 às 13:30

No comando: PAINEL MPB/Locutor: Diego Elias

Das 13:30 às 14:30

No comando: Nossa Tarde é Show

Das 14:30 às 16:30

No comando: POP SERTANEJO/Locução: Kleber

Das 16:00 às 17:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Super Night

Das 19:00 às 00:00

No comando: Super Noite da Nova

Das 19:00 às 00:00

No comando: A VOZ DO BRASIL/EBC

Das 19:00 às 20:00

No comando: SAMBRASIL

Das 20:00 às 22:00

No comando: LOVE SONGS/Locução: Kleber

Das 22:00 às 00:00

Grupo de trabalho inicia vistorias para fiscalizar barragens do Pará

O Grupo de Trabalho, criado pelo governo estadual, para fiscalização das barragens existentes no Pará fez nesta quarta-feira (13) a primeira vistoria oficial.

O primeiro alvo foram as estruturas de contenção de rejeitos de minérios na Mina do Sossego, de extração de cobre, em Canaã dos Carajás, no sudeste do Pará.

Foram analisadas a estrutura física das barragens e se existe alguma diferença entre o que está descrito na documentação apresentada pela empresa e o que foi visto no local. A previsão é que até o início de abril as cinco equipes vistoriem 56 estruturas de contenção no Pará.

Ainda nesta quarta, foram vistoriadas as lagoas de contenção de rejeitos construídas em Juruti, no oeste do estado.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), até então não há sinais de que as barragens ofereçam riscos no estado.

G1 Pará

Deixe seu comentário: