Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Justiça manda Wlad tirar ataques contra Edmilson da internet - Web Radio Nova Independente

Fale conosco via Whatsapp: +55 093 99244-3397

No comando: Madrugada light

Das 00:00 às 05:00

No comando: RECANTO SERTANEJO

Das 05:00 às 07:00

No comando: Domingo top da Nova!

Das 07:00 às 16:00

No comando: Sabadão da Nova

Das 07:00 às 16:00

No comando: CAFÉ COM BENÇÃO

Das 08:00 às 09:00

No comando: Esquenta/ Locutora:

Das 09:00 às 10:00

No comando: VOCÊ QUE MANDA/Locutor:

Das 10:00 às 11:00

No comando: Top Hits/Locutor:

Das 11:00 às 12:00

No comando: JORNAL VIROU NOTÍCIA

Das 13:00 às 13:30

No comando: VELHARIA/Locução:

Das 13:00 às 14:00

No comando: Coração Sertanejo/Locução:

Das 15:00 às 17:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: BOTEQUIM SERTANEJO/Locução: ELENILTON BATISTA

Das 17:00 às 19:00

No comando: Super Night

Das 19:00 às 00:00

No comando: Super Noite da Nova

Das 19:00 às 00:00

No comando: A VOZ DO BRASIL/EBC

Das 19:00 às 20:00

No comando: Top Hits Noturno

Das 20:00 às 21:00

No comando: Velharia Noturno

Das 21:00 às 22:00

No comando: Ponto do Amor/

Das 22:00 às 00:00

Justiça manda Wlad tirar ataques contra Edmilson da internet

CALÚNIAS E DIFAMAÇÕES

O juiz considerou que os ataques de Wladmir contra o prefeito de Belém ultrapassam a liberdade de expressão e violam direitos fundamentais de honra e reputação.

 sexta-feira, 02/04/2021, 21:50 – Atualizado em 02/04/2021, 22:10 –  Autor: Redação

No dia 31 de março, a 8ª Vara Cível e Empresarial de Belém, emitiu uma liminar favorável ao prefeito da capital paraense, Edmilson Rodrigues, contra Wladmir Costa, dando o prazo de 48 horas para que o ex-deputado retire todas as publicações e comentários ofensivos e ilícitos contra Edmilson de sua página no Facebook e nas demais redes sociais.

O juiz considerou que os ataques de Wladmir contra o prefeito de Belém ultrapassam a liberdade de expressão e violam direitos fundamentais de honra e reputação. O magistrado afirmou que o autor das ofensas também divulgou ameaças públicas a pessoas próximas a Edmilson.

A decisão também exige que o ex-parlamentar não reproduza novas ofensas, calúnias e difamações em suas redes sociais ou de qualquer outra forma, sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil em caso de descumprimento para cada nova ofensa.

Deixe seu comentário: