Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Pastor suspeito de roubar igreja católica está foragido - Web Radio Nova Independente

Fale conosco via Whatsapp: +55 093 992020015

No comando: Madrugada light

Das 00:00 às 05:00

No comando: RECANTO SERTANEJO

Das 05:00 às 07:00

No comando: Domingo top da Nova!

Das 07:00 às 16:00

No comando: Sabadão da Nova

Das 07:00 às 16:00

No comando: CAFÉ COM BENÇÃO

Das 08:00 às 09:00

No comando: Esquenta/ Locutora:

Das 09:00 às 10:00

No comando: VOCÊ QUE MANDA/Locutor:

Das 10:00 às 11:00

No comando: Top Hits/Locutor:

Das 11:00 às 12:00

No comando: JORNAL VIROU NOTÍCIA

Das 13:00 às 13:30

No comando: VELHARIA/Locução:

Das 13:00 às 14:00

No comando: Coração Sertanejo/Locução:

Das 15:00 às 17:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: BOTEQUIM SERTANEJO/Locução: ELENILTON BATISTA

Das 17:00 às 19:00

No comando: Super Night

Das 19:00 às 00:00

No comando: Super Noite da Nova

Das 19:00 às 00:00

No comando: A VOZ DO BRASIL/EBC

Das 19:00 às 20:00

No comando: Top Hits Noturno

Das 20:00 às 21:00

No comando: Velharia Noturno

Das 21:00 às 22:00

No comando: Ponto do Amor/

Das 22:00 às 00:00

Pastor suspeito de roubar igreja católica está foragido

‘MÁ-FÉ’

Acusado de invadir e furtar R$ 50 mil de igreja, em São Paulo, está sendo procurado pela Polícia Civil.

11 SET 2020 – 09H48ATUALIZADO 11 SET 2020 – 10H27POR DA REDAÇÃO
Identificado pela própria família como pastor evangélico, um homem é procurado pela Polícia Civil por invadir e furtar R$ 50 mil da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo. O crime aconteceu no começo da semana e foi registrado pelas câmeras de segurança da igreja. O homem segue foragido.

De acordo com o padre Marcos Miranda, o pastor foi identificado pela comunidade e por familiares, que viram as imagens gravadas do assalto. O nome dele não foi divulgado para preservar os filhos e a família dele. “Veio mãe, veio a família toda e o identificou. Me informaram que ele é pastor em uma igreja evangélica e oscila entre a vida de Deus e o vício de drogas”, contou.

Segundo a família do acusado, depois do episódio, o pastor não voltou mais para casa. Equipes de investigadores e peritos estiveram na igreja para começar a apuração do caso na última quarta-feira, 9. “O dinheiro levado estava guardado para pagar funcionários da igreja e o serviço de uma obra no telhado da paróquia”, disse o padre.

O acusado entrou na igreja após arrombar as janelas do escritório durante o feriado de 7 de setembro, quando não havia expediente na paróquia. “Ele arrombou oito urnas de doação dos fiéis e um velário. O dinheiro ele achou no escritório e é o que conseguimos contabilizar. As urnas ainda não tinham sido abertas e não sabemos o quanto ele levou, mas a média semanal é de R$ 1,5 mil”, disse o padre Marcos.

 

Fonte: O Globo

Deixe seu comentário: