Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Paysandu tem um prejuízo de quase meio milhão de reais por fracasso no Parazão - Web Radio Nova Independente

Fale conosco via Whatsapp: +55 093 992020015

No comando: Madrugada light

Das 00:00 às 05:00

No comando: Recanto Sertanejo da Nova!

Das 05:00 às 07:00

No comando: Domingo top da Nova!

Das 07:00 às 16:00

No comando: Sabadão da Nova

Das 07:00 às 16:00

No comando: CAFÉ COM BENÇÃO

Das 08:00 às 09:00

No comando: MICROFONIA/Locutor: Kelvin Oliveira & Vanessa

Das 09:00 às 10:00

No comando: MANDEI BEM/Locutor: Diego Elias

Das 10:00 às 11:00

No comando: ANTENA MIX/ Locutora: Pam Giacomini

Das 11:00 às 12:00

No comando: MÁQUINA DO TEMPO/Locução:

Das 12:00 às 13:00

No comando: JORNAL VIROU NOTÍCIA

Das 13:00 às 13:30

No comando: Nossa Tarde é Show

Das 13:30 às 15:00

No comando: LAÇO DO PEÃO/Locução:

Das 15:00 às 17:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: RECANTO SERTANEJO/Locução: ELENILTON BATISTA

Das 17:00 às 19:00

No comando: Super Night

Das 19:00 às 00:00

No comando: Super Noite da Nova

Das 19:00 às 00:00

No comando: A VOZ DO BRASIL/EBC

Das 19:00 às 20:00

No comando: AMOR SEM FIM/Locução:Vanessa Medeiros

Das 22:00 às 00:00

Paysandu tem um prejuízo de quase meio milhão de reais por fracasso no Parazão

Esporte

BELÉM, 15/04/2019 ÀS 08:52

A crise do Paysandu, além de técnica, já que foi eliminado do Campeonato Paraense 2019, ainda envolve o relacionamento com a torcida, que credita a má fase do clube, que também foi rebaixado à Série C em 2018, a decisões administrativas da diretoria. O fato é que a ausência do Papão na grande final do Campeonato Paraense gerou um prejuízo financeiro de quase meio milhão de reais, a julgar pelo recente histórico do Campeonato Paraense 2019.

A título de comparação, no ano passado, em duas finais contra o Clube do Remo, o Papão faturou aproximadamente R$500 (precisamente R$482). Em 2017, novamente, o Paysandu fez as finais contra o seu principal adversário. Na oportunidade, o faturamento foi um pouco menor, R$406 mil, mas ainda significativo, considerando o que se observa no Campeonato Paraense. Em 2016, o Paysandu fez a final contra o São Francisco. Em um único jogo, o valor arrecadado foi superior a R$157 mil.

Os insucessos do clube em campo têm afetado diretamente os cofres. No rebaixamento à Série C, consumado em 2018, ainda sob a administração do ex-presidente Tony Couceiro, o clube perdeu aproximadamente R$12 milhões de faturamento anual, recursos do patrocínio de cota de TV, principalmente.

A ideia de Ricardo Gluck Paul era amenizar o déficit financeiro com uma estratégia de aproximação com a torcida, em um projeto chamado de ‘Paysandu, Alegria do Povo’. No momento, porém, a eliminação precoce no estadual é um inimigo ao projeto.

ALÉM DA QUEDA…

Além da questão financeira, ainda há uma questão moral envolvida. A última final que não teve o Paysandu foi em 2015. E se não bastasse, os bicolores ainda podem observar o Remo se aproximar na quantidade de títulos do Parazão. No momento, o Papão tem 47 títulos contra 45 do Leão.

NÚMEROS

Final 

2016 

Paysandu recebeu R$157.393,51

 

2017 

Primeiro jogo da final 

Paysandu recebeu R$96.354,16

Segundo jogo da final 

Paysandu recebeu R$310.234,56

 

2018 

Primeiro jogo da final 

Paysandu recebeu R$107.743,50

Segundo jogo da final 

Paysandu recebeu R$375.272,00

 

Foto: Cláudio Pinheiro

Fonte: O Liberal

Deixe seu comentário: