Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Trabalhador terá dez dias para contestar auxílio emergencial negado - Web Radio Nova Independente

Fale conosco via Whatsapp: +55 093 99244-3397

No comando: Madrugada light

Das 00:00 às 05:00

No comando: RECANTO SERTANEJO

Das 05:00 às 07:00

No comando: Domingo top da Nova!

Das 07:00 às 16:00

No comando: Sabadão da Nova

Das 07:00 às 16:00

No comando: CAFÉ COM BENÇÃO

Das 08:00 às 09:00

No comando: Esquenta/ Locutora:

Das 09:00 às 10:00

No comando: VOCÊ QUE MANDA/Locutor:

Das 10:00 às 11:00

No comando: Top Hits/Locutor:

Das 11:00 às 12:00

No comando: JORNAL VIROU NOTÍCIA

Das 13:00 às 13:30

No comando: VELHARIA/Locução:

Das 13:00 às 14:00

No comando: Coração Sertanejo/Locução:

Das 15:00 às 17:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: Jornada Esportiva da Nova!

Das 16:00 às 19:00

No comando: BOTEQUIM SERTANEJO/Locução: ELENILTON BATISTA

Das 17:00 às 19:00

No comando: Super Night

Das 19:00 às 00:00

No comando: Super Noite da Nova

Das 19:00 às 00:00

No comando: A VOZ DO BRASIL/EBC

Das 19:00 às 20:00

No comando: Top Hits Noturno

Das 20:00 às 21:00

No comando: Velharia Noturno

Das 21:00 às 22:00

No comando: Ponto do Amor/

Das 22:00 às 00:00

Trabalhador terá dez dias para contestar auxílio emergencial negado

Cidadão deve verificar página de consulta na internet diariamente

 

Publicado em 14/04/2021 – 17:54 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Os trabalhadores que tentam ser incluídos na nova rodada do auxílio emergencial devem estar atentos. Segundo o Ministério da Cidadania, a Dataprev, estatal responsável pelas informações cadastradas no programa, continua a processar as bases de dados. Assim que novas listas de beneficiários forem divulgadas, o cidadão terá dez dias para contestar benefícios negados ou com valor menor que o previsto.

A consulta deve ser feita diariamente na página desenvolvida pela Dataprev dentro do site do Ministério da Cidadania. O trabalhador deverá digitar nome completo, nome da mãe, CPF, data de nascimento e conferir se um novo lote de beneficiários foi liberado.

Só está elegível para receber a nova rodada do auxílio emergencial quem recebia o auxílio de R$ 600 ou a extensão de R$ 300 em dezembro do ano passado e cumpre os critérios de elegibilidade da medida provisória que instituiu a nova fase do programa. Caso o benefício não tenha sido liberado ou tenha sido liberado em valor abaixo do previsto, o trabalhador poderá fazer a contestação.

Nesta rodada, o auxílio emergencial varia de R$ 150 a R$ 375, dependendo da situação do beneficiário. Diferentemente do ano passado, em que até duas pessoas da mesma família recebiam as parcelas, agora apenas um membro receberá o benefício.

Novos lotes

O lote mais recente do auxílio emergencial, que incluiu 236 mil pessoas, foi liberado pelo Ministério da Cidadania na última segunda-feira (12). Quem discordou do processamento de dados poderá contestar o resultado até 22 de abril.

A contestação é feita no mesmo site da consulta, bastando ao usuário clicar no botão “Solicitar contestação”. O próprio sistema só aceitará critérios passíveis de reavaliação, como informações erradas ou desatualizadas. Não será possível fazer um novo pedido, porque a base de dados usada é a de quem pediu o auxílio emergencial até o início de julho do ano passado.

Após o pedido de contestação, a Dataprev analisará as novas informações fornecidas pelo trabalhador. Como a reavaliação não tem prazo, o beneficiário deverá acessar o site diariamente.

Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Edição: Aline Leal

Deixe seu comentário: